BLOGS: Blog do Andy

Blog UOL

Desktop and iPhone Wallpapers

29/06/2009

iPhone Wallpapers

1600x900 Desktop Wallpapers

1024x768 Desktop Wallpapers

800x600 Desktop Wallpapers


Escrito por Andy O´Neill às 11h32 Comentários Envie

Don’t Give a F*ck!

 

 

Sempre que me perguntam, qual o estúdio foi mais dificil para trabalhar? A resposta por enquanto ainda é TitanMen. O segundo maior estúdio pornô gay do planeta, é famoso pelos modelos super musculosos e super dotados. Quando recebi um e-mail do meu agente me dizendo que eles queriam trabalhar comigo, a minha primeira reação foi dar risada. De todos os estúdios no mundo, Falcon e TitanMen são estúdios que nunca pensei que seria possivel trabalhar. Os atores tem o dobro do meu tamanho, alguns o triplo! Logo expliquei tudo isso para o meu agente. Ele explicou que eu trabalharia para TitanMen Fresh, que são os filmes da TitanMen com atores mais jovens e sem pêlos. Algumas semanas depois cheguei em Praga, foram cinco dias lá. No aeroporto, após esperar 2 horas no saguão, o “assistente número um” chegou pra me buscar. Fomos direto para o apartamento, que eu dividiria com outro modelo.

 

No dia seguinte, a primeira pessoa que vi foi um dos modelos que atuaria comigo em cena. Lindo e gostoso, mas não falava uma palavra em inglês. Ele trouxe um amigo pra traduzir tudo pra ele. Não trocamos mais de três frases, conversar com tradução simultanea é muito brochante. Fomos para a portaria do prédio, onde o  “assistente número três” estava nos esperando. As filmgens aconteceram numa casa de campo. Eram duas horas de viagem de carro. Logo de cara já sabia que não seria uma filmagem como as outras. Eram pelo menos umas vinte pessoas reunidas. Oito modelos, as outras pessoas eram todas da equipe. Um fotografo, um diretor, três assistentes, três camera-man, um maquiador, um cozinheiro e outros que eu não tenho idéia do que faziam lá.

 

Fomos muito bem recebidos. Achei então que a minha má impressão era bobeira. Não era, no momento que começaram a maquiagem, percebi que teria problemas. As roupas eram grandes demais, as cuecas inclusive. Sempre que isso acontece eu literalmente fico puto da vida. Sou pequeno, magro, tenho o mesmo corpo desde quanto tinha 16 anos. Logo não é tão agradavel sair pra fazer compras. No Brasil eu sofria muito com isso, em Londres é mais fácil, os meninis são mais magros que eu. Mas com a Titan provavelmente eu era o primeiro ator extra small. O diretor percebeu meu nervosismo e veio falar comigo. Bem grosseiro, disse que era minha culpa, eu era pequeno e magro demais.

 

Imaginem a minha felicidade, eu iria filmar uma cena de sexo à três em poucos minutos e estava sofrendo pressão. Tomei o meu Viagra e fui encarar o meu karma. Os dois modelos eram lindos e simpaticos, o que me fez esquecer a grosseria do staff por um tempo. Não foi uma cena fácil de gravar, era apenas a cena inicial, os três praticando sexo oral. Foram pelo menos quatro horas para finalizar. Os dois modelos eram heteros. Quando eu digo que realmente existem muito atores heteros, as pessoas me questionam se eles são realmente heteros. Sim, infelizmente eles são realmente heteros. E infelizmente é muito dificil trabalhar com eles, porque um processo que poderia levar no máximo uma hora com atores gays, leva quatro horas porque eles perdem a ereção a cada cinco minutos. Eu realmente não gosto de trabalhar com heteros.

 

Dois dias depois voltamos para gravar a cena de sexo. Fui conversar com o diretor sobre qual era a intenção dele nesse filme, ele novamente bem grosseiro: “I don´t give a f*ck!” (Estou pouco me f*udendo!). Meu tesão era zero. Eu não queria estar lá, ninguem falava inglês direito, eram poucos gays na produção, de gays só eu e outro ator, entre oito modelos. O cenário não poderia ser pior. Bom, hora de voltar para ação. Como na primeira cena, essa também seria externa. O sexo aconteceria em cima de uma mesa de madeira. Eu estava chateado de estar lá, mas assim que entrava em cena, conseguia esquecer tudo. Os dois modelos realmente me excitavam. Ação! O modelo “moreno” deveria fazer um cunete em mim. Mas ele não estava acertando o alvo. O diretor chamou a atenção “O c* é mais pra baixo ok?”. Ação! O modelo ainda continuava longe do “alvo”. Eu já sentia que ia dar m*rda! O diretor: “Você sabe o que é um c*?”. Ele então pegou a cabeça do modelo e esfregou no “alvo”. Eu queria fugir! Me senti muito mal pelo modelo, obviamente ele não estava confortavel com a situação. Mas engoliu a seco e continuamos. Cinco minutos depois começou a chover. Tivemos que parar tudo e aguardar a chuva passar. Não passou.

 

O dia seguinte seria meu último dia em Praga. Seria mais um dia pra ficar livre pra conhecer a cidade. Perdi esse dia porque tivemos que voltar pra finalizar a cena. Eu já estava cansado. O nivel de profissionalismo deles é super elevado, mas é tão elevado, que na maior parte do tempo eles esquecem que estão lidando com seres humanos. E isso não é comum, com os outros estúdios sempre sinto que estou entre amigos, o processo sempre é prazeroso do começo ao fim. Bom, voltamos pra terminar. Me deram o Viagra. Eu disse que não, que pra terminar ia querer a injeção. Todos os outros modelos usaram injeção todos os dias. Eu estava apavorado, a injeção é na base do pinto! Tudo muito seguro e profissional, tudo descartavel. Mas e a dor? Não teve jeito, nem uma cartela de Viagra me faria ter uma ereção naquele dia. Então encarei. A dor da injeção em si não é nada, é um picadinha. Não dá nem pra sentir direito, mesmo sendo num lugar tão sensivel. A dor mesmo é depois! O pau parece uma pedra, e você não tem controle nenhum sobre a ereção. Foi horrivel. Partimos pra ação. Foram várias pausas para os dois modelos se masturbarem com videos de sexo hetero. Conseguimos terminar três horas depois. Eu só queria ir embora, voltar pra Londres o mais rápido possível.

 

Foi a experiência mais dificil que tive fazendo filmes? Sim, de longe foi a mais complicada e desgastante. Mas como eles mesmos diziam o tempo todo, eu estava lidando com os melhores e tinha que saber encarar isso. Os filmes da TitanMen vendem muito pelo mundo, os atores normalmente são super astros na industria. Não me arrependo. Só acho que sexo, mesmo diante das cameras, ainda é sexo, estamos vendendo nossa intimidade. E pressão e sexo não andam juntos. O segredo é saber encontrar o equilíbrio.

 

 

“Tinderbox” já está disponivel: www.titanmen.com


Escrito por Andy O´Neill às 09h22 Comentários Envie


Busca
Infomix
Receba o boletim de notícias do Mix no seu e-mail.
2006 - MIX BRASIL - © Todos os direitos reservados